logo Economia Do Dia

logo Economia Do Dia

Conteúdo de economia e finanças para o seu dia a dia. Informação sem doutrinação.


Facebook Spotify Instagram YouTube

Artigo

Publicado em 10/05/2020 às 23:23:40

Disponibilidade

Muitas vezes nós somos influenciados a tomar decisões por conta do viés da facilidade de lembrança.

Antes de explicar como funciona a lógica por trás da heurística da disponibilidade, te convido a responder a pergunta desafio abaixo:

Ao longo dos últimos 100 anos, o que você acredita que ocorreu com o número total de mortes anuais no mundo decorrentes de desastres naturais?

  1. Mais que dobrou
  2. Permaneceu mais ou menos igual
  3. Diminuiu para menos da metade

Pode parecer estranho afirmar que o mundo está melhorando, mas a resposta certa, de acordo com os dados da ONU e estudo consolidado da Gapminder, é a letra C.

Se você errou não se preocupe...esse teste já foi feito com dezenas de milhares de pessoas (incluindo diversos líderes globais) em todo mundo e o percentual de acerto é menor do que 33%.

Isso significa dizer que o seu cachorro tem mais chance de acertar do que você.

O fato é que o número de mortes absolutas causadas por desastres naturais caiu mais de 75% nos últimos cem anos. Se considerarmos que a população mundial aumentou em 5 bilhões, a evolução per cápita é infitamente mais impressionante.

Mas tudo aquilo que é progresso gradual não vira notícia.

Todos os dias somos bombardeados com notícias trágicas de mortes, estupros, sequestros, crises, guerras, etc. e precisamos saber lidar com isso.

Olha um exemplo do que eu to falando aí:

No ano de 2015, durante 10 dias, o mundo inteiro assistiu pela televisão as imagens trágicas de um terremoto no Nepal que matou 9 mil pessoas.

Em um momento de tristeza como esse, é claro que não vamos olhar para o repórter na televisão e pensar “poxa, mas o mundo tá melhorando, nem morre mais tanta gente de desastres naturais”.

Isso não existe. Somos seres humanos e nossa capacidade racional é automaticamente bloqueada por medo, angústia e compaixão. E assim que deve ser. Em um momento como esse inclusive e se possível, temos mais é que ajudar.

No entanto, apenas para efeito comparativo, durante os mesmos 10 dias, aproximadamente 9 mil crianças morreram de diarreia no mundo todo.

Isso também não virou notícia.

Mais um exemplo:

Na década de 1940, Bangladesh sofreu com inúmeras inundações, secas, ciclones e outros desastres naturais que mataram milhares de pessoas.

Claro que com o passar do tempo foram implementadas diversas medidas de prevenção. Atualmente, as crianças são ensinadas desde cedo na escola que todos têm que correr para centros de evacuação caso uma bandeira rubro-negra seja acionada. Além disso, o governo instalou um sistema de vigilância para monitorar enchentes que se conecta direto com aplicativos de celular, um dos mecanismos mais modernos de prevenção existentes no mundo.

Por que isso foi possível?

Não somente porque foram tomadas medidas de prevenção, mas também porque Bangladesh tornou-se um país mais rico e próspero durante o século XX e o nível de renda está diretamente associado à capacidade de monitoramento e controle de desastres naturais.

Da mesma forma, todos os anos algumas poucas pessoas morrem por conta de fortes chuvas nas metrópoles brasileiras. Na sua imensa maioria, essas pessoas são de baixa renda e vivem em áreas de risco. Você não vê notícias de pessoas que moram no Leblon (bairro nobre do RJ) ou Alphaville (região rica de SP) morrendo de enchente.

O mundo evoluiu globalmente em termos de renda e isso está diretamente relacionado com a diminuição do número de mortes decorrentes de desastres naturais.

Mas sabendo disso tudo, por que continuamos a responder incorretamente a pergunta que eu fiz no inicio do texto?

Quer ver mais um exemplo?

É muito comum ouvir relatos de pessoas que têm medo de andar de avião, não é? Você provavelmente conhece alguém que tem pavor de voar.

No entanto, no ano de 2016, cerca de 40 milhões de voos foram efetuados. Desse total de voos, apenas 10 resultaram em tragédias. Estamos falando de uma proporção de 0.000025%

Mas é claro que voos seguros não viram notícia, imagina a manchete da Folha de São Paulo:

“Voo 1410 da companhia aérea GOL saiu do aeroporto do Galeão no RJ e chegou com segurança em Sidney, Austrália”

Tampouco vemos esse tipo de informação nos veículos de mídia.

Antigamente, lá na década de 1930, voar era realmente perigoso. No entanto, o cenário começou a mudar depois da convenção de Chicago em 1944, ocasião na qual as entidades aéreas do mundo todo se reuniram e estabeleceram diretrizes para registro de incidentes e solução de problemas.

Desde então, o número de acidentes aéreos caiu mais de 2000% e voar de avião tornou-se um dos meios de transporte mais seguros.

O medo pode nos impedir de ter uma leitura racional dos fatos e esse tipo de situação marcante de um terremoto ou de um avião caindo podem ser facilmente lembradas e é aí que mora o perigo.

Eu to falando isso tudo para você compreender o poder da heurística da disponibilidade.

Muitas vezes nós somos influenciados a tomar decisões por conta do viés da facilidade de lembrança.

Tendemos a acreditar que alguns eventos são muito mais prováveis de acontecer do que realmente são simplesmente porque lembramos de uma ou duas situações específicas marcantes que não necessariamente representam o panorama geral.

Fique atento! Nem sempre aquilo que você consegue lembrar serve como base para tomada de decisão ou para construir uma perspectiva estatisticamente razoável.

Quer saber mais sobre outros assuntos interessantes de economia e finanças?

Inscreva-se no nosso site para receber mais contéudos e siga o Economia do Dia nas redes sociais!

 

Publicado por

Frederico Nobre

Frederico Nobre

Frederico Nobre é economista (UFRJ) e especialista em investimentos certificado ANBIMA.

LinkedIn

Publicado em 10/05/2020 às 23:23:40

Compartilhe

Veja Também

Comentários

Simulados Simulados

Detalhes

CPA-20: Módulo V

Tempo limite: 25 minutos.

Teste seu conhecimento sobre Fundos de Investimento

Detalhes

CPA-10: Módulo V

Tempo limite: 20 minutos.

Teste seus conhecimentos sobre fundos de investimento.

Detalhes

CPA-10: Módulo IV

Tempo limite: 20 minutos.

Teste seus conhecimentos sobre princípios de investimento.

Detalhes

CPA-20: Módulo VI

Tempo limite: 25 minutos.

Teste seu conhecimento sobre Previdência Aberta - PGBL E VGBL

Detalhes

CPA-10: Módulo I

Tempo limite: 20 minutos.

Teste seus conhecimentos sobre o sistema financeiro nacional e os demais participantes do mercado.

Detalhes

CEA: Simulado Completo

Tempo limite: 210 minutos.

O CEA é destinado para todas as pessoas que trabalham ou queiram se tornar especialistas em investimentos e trabalhar em instituições financeiras, autarquias federais ou órgãos públicos que lidem com produtos de investimento.

Whatsapp

Caso tenha qualquer dúvida ou queira saber mais sobre nossos produtos e serviços, entre em contato conosco pelo whatsapp!

Número: +55 21994446892