logo Economia Do Dia

logo Economia Do Dia

Conteúdo de economia e finanças para o seu dia a dia. Informação sem doutrinação.


Facebook Spotify Instagram YouTube

Artigo

Publicado em 14/05/2020 às 18:02:55

CDI

O que é e como funciona o CDI?

Se você atua no mercado financeiro ou tem o costume de estudar sobre finanças e investimentos, provavelmente já se deparou em algum momento com o termo CDI.

Neste artigo você vai entender tudo sobre CDI de uma forma clara e objetiva.

Então vamos lá...

Antes de mais nada, é necessário compreender que existe uma regra do Banco Central que determina que os bancos comerciais devem fechar o dia com saldo positivo, isto é, o valor financeiro de saques não pode ser superior ao valor de depósitos. Caso o valor de saques supere o valor de depósitos, o banco deficitário precisa tomar recursos emprestados.

Quando isso acontece, o banco que precisa de recursos tem basicamente duas opções: recorrer ao Banco Central ou ao mercado interbancário.

Caso resolva tomar empréstimos junto ao Banco Central, o banco vai pagar a chamada taxa de redesconto, que é um importante mecanismo de política monetária. Basicamente, a taxa de redesconto é o valor cobrado pelo Bacen para emprestar recursos aos bancos comerciais.

Agora...da mesma forma que um determinado banco pode precisar tomar recursos no final do dia porque está com saldo negativo, outro banco pode estar com caixa e querer emprestar seus recursos extras.

O CDI é um título emitido pelos bancos e que serve justamente para lastrear estas operações de empréstimos de curto prazo entre instituições financeiras. A sigla é a abreviação para certificado de depósito interbancário e sua principal função é transferir recursos de uma instituição financeira para outra, trazendo mais liquidez para o mercado.

Além disso, a taxa média diária do CDI é utilizada como parâmetro para avaliar a rentabilidade de fundos e aplicações financeiras. A referência adotada pelo mercado vem da taxa média diária destes empréstimos entre bancos.

É extremamente comum nos depararmos com taxas de rentabilidade de produtos financeiros que estejam atreladas ao CDI, especialmente nos mercados de crédito privado e fundos de investimento em renda fixa.

Podemos dizer que o CDI é o principal “benchmark”, ou índice de referência, para estes mercados no Brasil e portanto é normal que a cartilha de vários produtos de investimento mostre uma rentabilidade relativa atrelada a este indicador.

Exemplo: fundo de renda fixa rendeu 110% do CDI no último ano.

Por fim, é comum a dúvida entre CDI e SELIC, já que, em geral, o valor do CDI costuma estar bem próximo ao valor da taxa SELIC. No entanto, a taxa SELIC Meta, (taxa básica de juros da economia definida nas reuniões do COPOM), é conceitualmente bem diferente do CDI.

Repare no gráfico abaixo que o valor do CDI está sempre um pouco abaixo do valor da taxa SELIC meta. Por que será?

 

CDI 3

 

A resposta é mais simples do que parece...

Se a Selic for muito maior que o CDI, os bancos podem preferir emprestar dinheiro ao governo, e não ao outros bancos, já que assim terão uma rentabilidade maior. Por outro lado, se a Taxa CDI estiver muito acima da Selic, a remuneração dos títulos que usam essa taxa sobe, o que também não é interessante para os bancos.

Historicamente, os dados mostram CDI sempre se estabeleceu em patamares ligeiramente inferiores a taxa básica de juros. .

O conceito de CDI ficou mais claro para você agora?

Se a leitura tiver sido relevante, comenta e compartilha com aquele amigo(a) que pode se interessar.

Quer saber mais sobre outros assuntos interessantes de economia e finanças?

Inscreva-se no nosso site para receber mais contéudos e siga o Economia do Dia nas redes sociais!

Publicado por

Frederico Nobre

Frederico Nobre

Frederico Nobre é economista (UFRJ) e especialista em investimentos certificado ANBIMA.

LinkedIn

Publicado em 14/05/2020 às 18:02:55

Compartilhe

Veja Também

Comentários

Simulados Simulados

Detalhes

CPA-20: Módulo VI

Tempo limite: 25 minutos.

Teste seu conhecimento sobre Previdência Aberta - PGBL E VGBL

Detalhes

CPA-20: Módulo IV

Tempo limite: 25 minutos.

Teste seu conhecimento sobre Instrumentos de Renda Variável, Renda Fixa e Derivativos

Detalhes

CPA-20: Módulo III

Tempo limite: 25 minutos.

Teste seu conhecimento sobre Princípios Básicos de Economia e Finanças .

Detalhes

CPA-20: Módulo VII

Tempo limite: 25 minutos.

Teste seu conhecimento sobre Mensuração e Gestão de Riscos

Detalhes

CEA: Módulo I

Tempo limite: 30 minutos.

Teste seus conhecimentos sobre o sistema financeiro nacional e os demais participantes do mercado.

Detalhes

CEA: Simulado Completo

Tempo limite: 210 minutos.

O CEA é destinado para todas as pessoas que trabalham ou queiram se tornar especialistas em investimentos e trabalhar em instituições financeiras, autarquias federais ou órgãos públicos que lidem com produtos de investimento.

Whatsapp

Caso tenha qualquer dúvida ou queira saber mais sobre nossos produtos e serviços, entre em contato conosco pelo whatsapp!

Número: +55 21994446892